CINEGRADA

Protagonismo negro nas telas, todo mês no subúrbio do Rio de Janeiro

Coletivo CRUA

Entrevista por Mirrah Iañez

Com o objetivo de fortalecer o cinema negro, o Coletivo CRUA - Coletivo Criativo de Rua, criou o Cineclube CINEGRADA. Realizado no Hotel da Loucura (Instituto Psiquiátrico Nise da Silveira) na Zona Norte do Rio de Janeiro (AGRESTE: Caramba, isso é muito legal. Tenho curiosidade em saber como é a relação de vocês com os pacientes e como o CINEGRADA pensa a escolha dos filmes e atividades nesse contexto.)

Coletivo: https://www.facebook.com/coletivocrua.

Ocupação do Instituto Psiquiátrico Nise da Silveira: http://www.ocupanise.org.br.

CRUA: O Coletivo busca sempre desenvolver atividades das quais os pacientes (que lá não são chamados assim, mas sim ‘clientes’) possam participar. O cineclube está aberto à participação dos clientes e sempre que tem alguma atividade eles gostam de ir, às vezes não pela atividade em si, mas também pela troca de afetividade envolvida. O Cinegrada é uma das atividades desenvolvidas pelo Crua, mas há outras.

A primeira produção audiovisual com a participação de clientes do hotel saiu meio que por acaso. Eu (Luz) tinha que fazer um curta trash para uma disciplina da faculdade e escolhi o hotel da loucura como locação. O curta era baseado na história popular da loira do banheiro, só que versão trash (rsrs) e foi feito pelo pessoal do coletivo. Estávamos lá, discutindo quem seria quem na atuação e algumas pacientes que estavam com a gente se animaram a participar, a Mirian acabou sendo uma de nossas atrizes principais. O filme está aqui http://www.tvcaicara.tv.br/filmes.php?id=4613 a TV Caiçara é um projeto do Rafael Ferreira, um dos integrantes do coletivo.

O Cinegrada busca valorizar a identidade negra, dando visibilidade a diretores negros e abrindo um espaço para debater, através do cinema, questões como racismo, cultura e identidade afrobrasileira. (Massa, e para além do CRUA, vocês têm laços com outros coletivos da mesma ordem de militância? Chegam a fazer coisas juntos? Queriamos saber também se essa é uma forma de se aproximar dos realizadores dos filmes. Como chegam neles e qual é a relação com esse pessoal.)

Sim, temos conexão com diversos outros coletivos. Alguns dos integrantes do Crua também tem seus projetos pessoais (Caso da TV Caiçara do Rafael) ou participam de outros coletivos. Dá pra dizer que há um circuito artístico-cultural-audiovisual-etc de periferia. Nós vamos nos eventos de outros coletivos, eles vem aos nossos, às vezes fazemos parcerias e trabalhos conjuntos. Um exemplo disso: em agosto de 2014 o Crua organizou a 2ª edição do Plebemusic na favela do Fumacê, em Realengo. Um evento que envolveu diversas atrações musicais e artísticas, além de oficinas de audiovisual para as crianças, organizadas pelo coletivo Cafuné na Lage. O resultado dessas oficinas foi o filme O Plano, produzido de forma independente pelas crianças da comunidade, que foi exibido posteriormente em diversos eventos do Crua, como o Cinegrada, por exemplo.

Filme O PLANO

As secções acontecem toda terceira quinta-feira do mês, dentro do Instituto Psiquiátrico Nise da Silveira, no Hotel da Loucura, uma das alas desativadas do instituto que é ocupada por diversos coletivos culturais, entre eles, o Crua. (Quem é essa galera que está com vocês lá, pessoal?)

  • Sede da Universidade Popular de Arte e Ciência
  • Núcleo de Cultura, Ciência e Saúde
  • Norte Comum
  • TV Caiçara
  • Vo Pixá Pelada
  • Nectar
  • CRUA
  • Teatro de DyoNise

Você pode ver mais na página do Hotel da Loucura no facebook:

www.facebook.com/pages/Hotel-e-Spa-da-Loucura/606726649345632?fref=nf

Em pouco mais de um ano de exibição, já passaram por lá filmes premiados como, Alma no olho (Zózimo Bulbul), Faça a coisa certa (Spike Lee), As filhas do vento (Joel Zito), assim como produções de novos artistas negros como Homem digo nu, de Tainá Rei, Zeca: o Poeta da Casa Verde, de AkinsKinte e Aquém das nuvens, de Renata Martins. (Como escolhem os filmes?)

Os filmes são escolhidos pelo coletivo na forma de ‘votação’, sugerimos e escolhemos. O critério principal é que seja um filme produzido/dirigido por cineastas negros.

Para participar dos debates após o filme, o Cinegrada costuma levar convidados especiais, tais como o Diretor Antônio Pillar, a Produtora e Coordenadora do FICINE, Janaína Oliveira, entre outros.

Em novembro de 2014, por ocasião das celebrações da consciência negra, o cineclube contou com sua versão em forma de circuito, exibindo filmes em 15 bairros do Rio de Janeiro. Devido ao sucesso da experiência itinerante, o Circuito Cinegrada será realizado também neste ano, no mês de novembro. (Isso é muito legal, pois o coletivo é relativamente recente e já consegue alcançar duas itinerâncias, o que também dá um puta trampo e algumas despesas. O coletivo tem alguma forma de financiamento, consegue incentivo público ou rola uma coisa mais independente ainda?)

As nossas dificuldades obviamente são as financeiras, não temos patrocínio nem apoio financeiro de nenhuma instituição. Tentamos concorrer a editais e financiamentos, mas isso é algo que ainda é bastante difícil. O trabalho, até o momento tem sido quase que totalmente independente.

O CRUA – Coletivo Criativo de Rua, formado em 2013 no Complexo da Maré, favela do Rio de Janeiro, tem como principal objetivo a valorização da cultura negra e de periferias. O coletivo surgiu a partir da união de jovens envolvidos em diversas áreas, como cinema, fotografia, artes plásticas, teatro e música, que tinham o audiovisual como ponto em comum, e a vontade de desenvolver trabalhos nas favelas e áreas marginalizadas pela sociedade, valorizando a cultura existente no local e trocando novas experiências.

Com o tempo que o coletivo tem, que não é muito, podemos dizer que temos uma boa aceitação e que está sendo cada vez mais conhecido e respeitado.

Cineclube CINEGRADA Data: Toda 3ª quinta-feira do mês Local: Rua Ramiro Magalhães, 521 – Hotel da Loucura - Engenho de Dentro – Rio de Janeiro Realização: CRUA – Coletivo Criativo de Rua Maiores informações:www.facebook.com/coletivocrua